29 de março de 2019

INFELIZMENTE TIVE QUE FINGIR UM ORGASMO

Olá, me chamo Arthur Claro, sou o autor deste conto fictício com pitadas de realidade, convido você (leitor(a)) a ler este simples fato que criei, se acomode aonde te deixe confortável, recomendo se haver masturbação deixe para o final do conto.


Eu me chamo Isabela, tenho 23 anos, sou bissexual, tenho cabelos loiros, tenho seios medianos, tenho um corpo não atlético, porém estou no meu peso ideal, não sou do tipo que se envolve com qualquer um e nem realizo fetiches de homens que só me querem por que eu também gosto de mulheres. Hoje irei contar uma das minhas transas, espero que vocês goste. Era uma tarde comum de quarta-feira e eu estava trabalhando quando de repente recebo uma mensagem no celular, quando leio era a Carina me chamando para ir no barzinho depois do trabalho, nós duas somos amigas, trabalhamos juntas e de vez em quando trocamos alguns afetos, eu respondo pra ela e logo recebo outra mensagem dela agora com uma foto da xaninha dela totalmente lisinha e bem úmida, percebo as intensões dela e que ela tá no banheiro da empresa me provocando, ela sabia como me convencer a encontrá-la no banheiro para trocarmos alguns beijos e algo a mais na hora de trabalho, eu me levanto calmamente da minha mesa e caminho até o banheiro, chegando lá tento abrir a porta que está trancada, finjo que desisto para não levantar muita suspeitas, quando me viro para ir embora sinto uma mão me puxar para dentro do banheiro, ao entrar a Carina tranca novamente, foi então que eu vejo ela inteiramente nua, ela é maravilhosa, tem cabelos loiros, tem um corpo bem cuidado, seios também medianos, ela então se aproximou me beijando tocando o meu corpo querendo rasgar a minha roupa, eu então deixo ela tirar a minha roupa sem rasgar, ficamos as duas inteiramente nuas se beijando, se tocando e nem se importávamos de estar no banheiro da empresa, estávamos loucas de tesão, Carina sabia muito bem aonde me tocar para me deixar excitada, foi então que ela tocou o meu clitóris com as pontas dos dedos, eu então dou um gemido que tive que ser contida com um beijo na boca, pois com certeza que alguém iria ouvir, estava tão bom ficar naquele banheiro, mas eu olhei para Carina e disse para ela parar, pois alguém poderia perceber que estávamos há muito tempo lá dentro, também seria melhor deixarmos para depois a nossa transa, ela me olhou com os olhos tristes porém teve que conceder a esse pedido sabendo que poderia dar demissão por justa causa e isso não era o desejo dela, nós então se vestimos rapidamente e trocamos um beijo delicioso, pude até sentir o gosto do meu melzinho, eu adoro beijá-la depois dela me chupar, se arrumamos para parecer que não tinha acontecido nada, sai primeiro e voltei para a minha mesa, depois de alguns segundos a Carina também voltando para a sua mesa. Finalmente chegou a hora de ir embora, estava desligando o meu computador quando Carina passa dizendo que hoje eu não escaparia dela, que ela iria me fazer gritar e implorar para parar, eu então dou um sorrisinho desafiando ela, eu sabia que isto a deixava puta de raiva, pois ela sempre quis me fazer gozar na boca dela, porém até agora não tinha conseguido. Já no bar eu e Carina ficamos conversando, pois não ficamos se beijando na frente de todos, pois não vemos necessidades de demonstrar nosso amor para todos, mas não temos problemas de mostrar que somos lésbicas e bem convictas com os nossos desejos, principalmente a parte dos desejos que eu e ela mostramos mais quando estamos entre quatro paredes, pois aonde que se deve ser colocado a prova o amor e o desejo, eu depois de algumas cervejas resolvi ir no banheiro, porém estava com vontade de provocar a Carina como ela me provocou mais cedo na empresa, ao entrar no banheiro tranquei a porta e tirei toda a minha roupa, tirei uma foto e mandei com a seguinte mensagem "Quero que você me chupe até eu gozar na sua boca", coloco a minha roupa, volto para a mesa como se nada tivesse acontecido, Carina me dá um sorrisinho como se dissesse que tinha gostado da minha mensagem, correspondo o sorriso dela e peço mais uma cerveja para encerrar o happy hour e para irmos para o meu apartamento finalizar o que começamos na empresa, quando de repente chega uma mensagem no meu celular, quando olho é o meu chefe dizendo "Nossa, não sabia que você gostaria de ser chupada até gozar e ainda por cima na minha boca, agradeço a escolha e amanhã conversamos", ao ler isso fico sem graça, olho para Carina como se nada tivesse acontecido, tomo um gole de cerveja, então ela então diz que vai no banheiro para então irmos pagar a conta e irmos até ao meu apartamento, enquanto ela esta no banheiro pego o meu celular e respondo o mais rápido para o meu chefe, pedindo desculpas, Carina volta e diz que já pagou a nossa conta que podíamos ir embora, ao chegar no meu apartamento recebo um beijo tão gostoso dela que a minha xana começa a umedecer, os biquinhos dos meus seios também ficam excitados, meu cuzinho pisca de tesão, sinto arrepiar a minha nuca, uma das mãos da Carina agarrava meus cabelos e outra passava na minha bunda, nossa foi um beijo de um jeito excepcional que eu nunca tinha recebido antes, acho que isso foi o sinal para que Carina queria para provar que era capaz de me fazer gozar na boca dela, depois desse beijo entramos no meu apartamento dando alguns selinhos, eu tranco a porta, sou puxada para o sofá e colocada de quatro, como eu estava de saia facilitou para que Carina tirasse somente a minha calcinha que já estava bem molhada de tesão, ao ver meu cuzinho piscando ela caiu de boca nele, passou a língua fazendo movimentos circulares que eu acompanhava rebolando, eu estava em êxtase com aquela língua que eu gemia tanto esquecendo que os meus vizinhos podiam ouvir, estava quase gozando quando Carina parou de me chupar e disse que precisava respirar, eu percebi que também foi algo tão intenso para ela também, pois ela tinha perdido o fôlego, foi então que tive que me manter excitada pensando em bastante sacanagem, mas infelizmente o que me vinha era a mensagem do meu chefe, aquilo não me excitava, pois acho que ele iria me despedir por justa causa e não iria ter como eu me defender, Carina se levantou tirando a boca do meu cuzinho e foi beber água, eu então sai da posição de quatro no sofá, tirei toda a minha roupa, deitei no sofá e fiquei me tocando enquanto esperava o retorno da Carina, ela volta me vê se tocando, ela então tira toda a sua roupa, parte novamente para me beijar, agora agarrando os meus seios, eu agarra a bunda dela, eu tenho uma tara na bunda dela, mesmo não sendo uma bunda enorme, a bunda dela é redondinha, parece moldada em malhação, mas é algo genético dela, pois nunca ouvi falar que ela ia na academia malhar os glúteos, entre os beijos e as carícias chego no ouvido dela digo:
- A putinha ainda quer tentar me fazer gozar ou posso me convencer que você só sabe gozar comigo?
- Eu não vou me entregar a esta derrota, pois hoje estou bem inspirada e com vontade de ouvir você gemendo e gozando. - ela responde já abaixando a cabeça para lamber a minha xana.
Ela começa a passar a língua na entrada da minha xana com movimentos para baixo e para cima, sinto que ela realmente esta determinada, coloco as minhas mãos nos cabelos dela para ajudá-la, pego a minha calcinha que estava por perto para improvisar um lacinho de cabelo, a minha calcinha era tão fina que serviu, depois disso só deixei a Carina se divertir me lambendo a xana, ela fazia o número oito com a língua por toda a minha xana e quando ela chegava no meu grelo fazia vários número zero, ela realmente queria me fazer gozar, eu estava entrando novamente no transe de excitação, eu me segurava para não gemer alto, pois estava mais consciente, soltava alguns gemidos abafados pela almofada, a minha xana estava bem úmida, meu cuzinho não parava de piscar e então quando de repente sinto que realmente vou gozar, mas novamente Carina perde o fôlego, eu então falo para ela continuar somente com a língua para baixo e para cima que assim ela iria me fazer gozar e ao mesmo tempo conseguiria retomar o fôlego, ela obedece e então começo a gemer sentindo algumas contrações, então infelizmente tive que fingir um orgasmo (não gosto muito de fingir orgasmos, pois eu me entrego por inteira para poder gozar, adoro sentir o orgasmo percorrer o meu corpo todo), a Carina ao perceber que eu gozei ela para de me lamber e olha pra mim com um brilho no olhar e com a boca toda lambuzada com a minha excitação, parecia que ela tinha acabado de tomar leite e ficado com o "bigode" de leite, eu dou um sorriso como se dissesse meus parabéns, você conseguiu o seu objetivo, ela se levanta e vai me beijar na boca, ficamos se beijando e se acariciando até pegarmos no sono. Na manhã seguinte acordamos no sofá, ela com um sorriso de apaixonada e eu um pouco confusa, pois estava relembrando da mensagem do meu chefe, mas isso fica para outra história. Esta foi a vez que eu infelizmente tive que fingir um orgasmo e até a próxima.

Quero agradecer a leitura, espero que este conto te proporcionou tesão e que te deixou com vontade de retornar a ler mais contos escritos por eu. A imagem que ilustra este conto, eu achei no Google e editei no PicsArt. Deixe o seu comentário para me dizer se o conto atingiu o objetivo.

27 de março de 2019

CURIOSIDADES

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ 
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ (Escreva aqui a sua introdução de curiosidades).

Frida Kahlo para se vingar do seu marido infiel, ela dormia com as mulheres com que ele a traía;

A maioria dos golfinhos é bissexual, e os machos fazem sexo entre si para fortalecer a amizade;

O pênis dos gatos tem espinhos que têm a função de estimular a ovulação da gata no momento certo, aumentando as chances de fecundação;

Durante a Segunda Guerra Mundial, se um soldado alemão tivesse uma doença venérea, ele era forçado a identificar a mulher que o infectou e ela seria consequentemente registrada como prostituta. Havia leis similares no Reino Unido visando mulheres que os oficiais consideravam "prostitutas amadoras";

Muitas moças ousadas dos anos 20 rejeitavam os modelos conservadores, pudicos e vitorianos de decência de seus pais e, em vez disso, iam a "festas dos amassos" com o propósito expresso de formarem pares com rapazes, beijá-los, abraçá-los, tocá-los e brincar um pouco por debaixo da cinta, porém eles não chegavam a transar;

25 de março de 2019

SEXO DIFERENCIADO #44

Uma mulher linda sempre atrai olhares, mas ter uma mulher linda sensualizando com certeza é algo muito bom, então para demonstrar o quanto é bom e excitante ver uma mulher linda sensualizando, peço para que cliquem em "Continue..." para ver a sedução feminina.

22 de março de 2019

O FETICHE QUE FEZ UMA FANTASIA SE REALIZAR

Olá, me chamo Arthur Claro, sou o autor deste conto fictício com pitadas de realidade, este conto foi uma sugestão do Emerson Garcia do blog Jovem Jornalista, convido você (leitor(a)) a ler este simples fato que criei, se acomode aonde te deixe confortável, recomendo se haver masturbação deixe para o final do conto.


Eu me chamo Davi, tenho 16 anos, sou moreno, não tenho um corpo malhado, mas me sinto bem com o meu corpo, tenho um pau grande, tenho poucos pelos embaixo dos braços, tenho o corpo lisinho e a minha bunda é redondinha, o que vou contar é um fetiche que tenho que fez uma fantasia se realizar, parece confuso, mas vou contar para que todos entendam e se deleitam com ele. Eu estava na sala de casa deitado mexendo no meu celular quando escuto o meu primo que tinha acabado de acordar, ele e eu tínhamos ido numa festa na noite anterior, como ele estava bêbado resolvi chama-lo para dormir aqui, meu primo se chama Renan, ele tem 23 anos, ele é magro porém um corpo atlético porém não muito forte, ele tem barba volumosa, muito pelo espalhado pelo corpo, ele é branquinho e um pau peludo de tamanho mediano. Eu continuei deitado no sofá enquanto o Renan estava no banheiro tomando banho, quando de repente escuto ele me chamando, ele tinha esquecido de pegar a toalha, eu então fui gentilmente ajudá-lo, ao chegar no banheiro pude ver que ele tem um belo pau, cheguei até ficar excitado sem demonstrar, entreguei a toalha para ele e voltei para o sofá, fiquei só relembrando a visão e me contendo para não ficar de pau duro, pois não queria que o Renan me visse assim, ele então saiu do banheiro com a toalha em volta da cintura e foi até a sala para me perguntar o que iriamos almoçar, eu então sem saber digo que eu ia pensar em algo, ele sorriu e foi se trocar. Levantei do sofá indo em direção do banheiro, tava morrendo de vontade de sentir o cheiro do Renan na cueca dele, ao chegar no banheiro fecho a porta, começo a procurar pela cueca dele no cesto de roupa suja, encontrei uma cueca boxer azul que com certeza era dele, peguei e coloquei diretamente no nariz, senti o cheiro daquele homem másculo, o cheiro do pênis dele era inebriante, eu então sento na privada tirando a minha bermuda agarrando o meu pau, esfrego a cueca pelo meu nariz e começo a me masturbar, ao sentir o cheiro ativo a minha imaginação para fantasiar com eu apoiando o meu primo na parede, vou acariciando o pau dele enquanto eu passava o meu pau na entradinha do cu dele, eu estava quase gozando quando a porta do banheiro é aberta me assustando, era o meu primo entrando procurando pela a sua cueca, ao me ver a cheirando dá uma risadinha e me questiona o que eu estava fazendo de pau duro e com a cueca dele no nariz, eu fico um pouco sem graça e respondo que eu tinha um fetiche de ficar cheirando cuecas alheias enquanto eu me masturbava, ele então pediu para que eu devolvesse a cueca dele, pois ele estava sem nenhuma cueca para vestir, fico sem graça e devolvo sem olhar para o meu primo que pega agradecendo saindo do banheiro, me visto e saio do banheiro também cabisbaixo indo para o meu quarto, fiquei sem saber o que fazer para me desculpar com o meu primo, mas estava sem coragem de olhar pra ele depois disso. As horas passaram e então o meu primo bate na porta do meu quarto dizendo que tinha comprado almoço para nós, eu respondo que estava sem fome, ele percebendo que eu estava muito triste resolveu entrar para conversar comigo, ele entra sentando em um espaço minúsculo da minha cama, então ele começa a se desculpar por não ter batido na porta do banheiro e também por ter me constrangido sem intensão, percebo que ele estava sendo sincero, eu também me desculpo por estar cheirando a cueca dele e também peço para ele não contar para ninguém este meu segredo, ele promete não contar, pois ele queria entender mais sobre este meu estranho fetiche, eu me levanto sentando na cama, começo a explicar que é um hábito que fazia pouco tempo que eu tinha adquirido, que só tinha cheirado a cueca de um amigo até então, ele então pergunta o que fez eu querer cheirar a cueca dele, digo que eu tinha ficado excitado de ver o pau dele na hora que fui entregar a toalha pra ele, ele então sorriu sem graça, ficamos conversando e se abraçamos como forma de desculpas, decidimos ir comer a comida que ele tinha comprado, depois de comer fomos para a sala assistir um pouco de TV, eu deitei em um sofá e ele em outro, procuramos algo para interessante enquanto fazíamos digestão, nisso achamos um filme daqueles besteiróis americanos estilo "American Pie" e começamos a assistir, quando de repente eu pego no sono, não sei quanto tempo passou, mas sinto o meu pau sendo alisado por cima da bermuda, finjo estar dormindo para ver até aonde ia, sabia que era o meu primo me tocando, acho que depois que confessei que tinha gostado do pau dele e ele por ver que o meu pau era grande tinha ficado curioso para ver melhor ele, o meu primo continuou alisando o meu pau por cima da bermuda, estava ficando de pau duro quando resolvi abrir o olho para poder permitir que o meu primo pegasse no meu pau, então ele vendo que eu tinha acordado continuou me tocando e eu disse que ele poderia tirar a minha bermuda para tocar com mais facilidade, ele então olhou sorrindo, eu então puxei ele e dei um beijo na boca dele, nossa ele tinha uma boca deliciosa, logo meu pau ficou duro só de sentir a língua dele brincar dentro da minha boca, ele também estava de pau duro, continuamos se beijando e tirando as nossas roupas, quando estávamos nus fiquei sentado no sofá enquanto ele se ajoelhou e começou a passar a língua na cabeça do meu pau, eu dava algumas tremidas de tesão, eu então falei para ele parar de graça e cair de vez de boca, ele como uma putinha obediente engoliu o meu pau, ficou sugando e tocando a língua nas minhas bolas, ele chupava tão bem que eu nem sabia se gozava na boca dele ou me segurava para gozar no cu dele, pois eu queria mesmo era fuder o cu dele, deixei ele me chupando por um tempo até que ele disse que queria também ser chupado, então deitamos no chão realizando um 69, foi nesta posição que eu chupava o pau dele e ia passando um dedo no cu dele que fazia ele parar de me chupar para gemer, estava gostoso tanto que depois de deixarmos nossos paus bem chupados que eu disse pra ele que queria comer o cu dele, ele na hora saiu de cima de mim se encaixando no meu pau, nossa que delícia, meu pau por ser grande e grosso dificultou um pouco a entrada, mas como ele estava com muito tesão o meu pau entrou conforme as reboladas dele, quando estava tudo dentro ele começou a quicar, eu estava delirando tanto que peguei no pau do meu primo e comecei a masturbá-lo no ritmo das quicadas dele, acho que foi isso que ele queria, pois fez de tudo para que eu e ele gozássemos juntos, ao sentir que eu estava gozando ele também gozou e então ele caiu de lado deitado para pegar um pouco de fôlego, eu me deitei com a bunda encostando no pau dele, ele me abraçou e beijou a minha nuca dizendo "Depois é minha vez de te comer, mas vamos descansar um pouco agora", eu concordo só balançando a cabeça e então dormimos ali mesmo deitados no chão da sala.

Quero agradecer a leitura, espero que este conto te proporcionou tesão e que te deixou com vontade de retornar a ler mais contos escritos por eu. A imagem que ilustra este conto, eu achei no Google e editei no PicsArt. Deixe o seu comentário para me dizer se o conto atingiu o objetivo.

20 de março de 2019

CURIOSIDADES

Quem esperou por uma semana para ver "novas" curiosidades?
Quem não aguenta mais ver eu improvisando antes das curiosidades?
Quem quer que eu pare de compartilhar curiosidades?
Como ninguém me responde eu vou deixar mais algumas curiosidades para vocês.

Plusofilia é o fetiche sexual que consiste em gostar de transar com bichos de pelúcia ou pessoas fantasias de bichos;

O Antechinus é um minúsculo mamífero australiano que só faz sexo uma vez na vida: a relação sexual dura três semanas e depois ele se desintegra;

Acredita-se que a deusa do amor e do sexo da Grécia antiga, Afrodite, considerava os pardais sagrados, então o cérebro de pardal era usado para melhorar o desempenho sexual;

De acordo com um estudo de 2015 da Universidade Estadual de Kent, os pesquisadores mediram o sono das mulheres e seu nível de desejo sexual no dia seguinte, descobrindo que cada hora adicional de sono estava correlacionada com um aumento de 14% na probabilidade de ter algum tipo de atividade sexual;

O cheiro das abóboras é capaz de estimular o fluxo sanguíneo para o pênis, ajudando na ereção;

Algumas mulheres podem ejacular até 2 litros e meio de um líquido transparente e inodoro;

18 de março de 2019

FETICHE DE CHEIRAR CUECAS OU CALCINHAS É UM HÁBITO NORMAL! - POR EMERSON GARCIA

Hoje o blog Sem Máscaras e com Pouca Roupa abre o espaço para o Emerson Garcia do blog Jovem Jornalista fazer um post de sua preferência e como vocês podem ver no título ele escolheu falar sobre o fetiche de cheirar cuecas e/ou calcinhas, a seguir tudo que foi escrito por ele, então qualquer elogio ou reclamação com ele.

Imagem meramente ilustrativa

Alguém já ouviu falar do fetiche de cheirar cuecas ou calcinhas? Há quem tem costume de guardar peças íntimas. Esse talvez seja um fetiche bastante conhecido. Agora, há quem tem o costume de pegar uma cueca ou uma calcinha do cesto de roupas e cheirá-la. Essa é uma atitude que excita as pessoas e a levam a se masturbarem. Para quem não sabe, o olfato é responsável por boa parte da sensação do prazer do ser humano. Talvez isso explique o fetiche das pessoas de cheirar peças íntimas. O cheiro característico de cuecas, lingeries e calcinhas aumenta a libido do fetichista. Cuecas e calcinhas costumam ter cheiros dos órgãos sexuais – pênis e vagina -, além do aroma leve de urina. O fetichista opta por cheiros suaves, do que aqueles fortes, de pessoas que não fazem direito a higiene dos órgãos sexuais. Cuecas e calcinhas usadas ainda mexem com a mente do fetichista por possuírem o formato do pênis ou da vagina. É como se o fetichista imaginasse o órgão sexual recheando aquela pequena peça íntima.
Há quem ache esse costume excitante e prazeroso, mas outros broxante. Costumo dizer que gosto e escolhas não se discutem. Cada um tem os seus e isso deve ter respeitado. O fetiche pela roupa de baixo já é antigo e data de épocas mais remotas. Há quem goste de ver um homem vestindo cuecas – sejam box, jockstraps (cuecas com abertura na parte traseira), samba canção, meia coxa ou cuecas de linhos normais. Há quem fique fissurado por mulheres de lingerie, calcinhas fio dental ou sutiãs que acentuam o decote dos seios. Se há aqueles que admiram o bumbum de um rapaz vestindo uma cueca jockstrap, há aqueles que gostam de cheirá-la pois sabem quem a usou e que o órgão estava guardadinho ali.


É importante que quem possui esse fetiche não guarde só para si. Se você namora ou é casado, falar para o (a) parceiro (a) pode incrementar e tornar o sexo mais interessante.
Você terá duas possibilidades: a do parceiro achar o fetiche interessante ou ignorá-lo.
Torça para que aconteça a primeira opção!
E como pode ser o sexo com a inserção desse fetiche? Bem, você pode utilizar várias técnicas, como incrementar o seu gosto por cheirar cuecas ou calcinhas nas preliminares.
Ou seja, cheirar a peça íntima, passando o nariz na parte de frente ou de atrás; dar umas lambidas no órgão sexual em cima da cueca ou calcinha, contornando com sua boca o órgão e fazendo sexo oral antes mesmo de tirar a peça; e, além disso, você pode tirar a cueca ou calcinha e cheirar nas regiões da vagina ou do pênis.
A imaginação pode rolar solta caso o seu parceiro utilizar cuecas jockstrap. Você pode pegar o órgão sexual em cima da cueca, cheirá-lo e depois virar o parceiro e fazer carícias na bunda ou realizar o beijo grego, antes mesmo de tirar a peça íntima. Se as jockstrap tiver zíper ou cadarço você pode fazer brincadeiras sacanas e abri-la aos poucos.
Se a sua parceira utilizar calcinhas fio dental você pode deixa-la louca ao fazer sexo oral ou beijar seu órgão sexual, antes mesmo de tirar peça. Além disso, pode tirar a calcinha aos poucos e roçá-la em seu nariz ou órgão sexual. Durante as preliminares sexuais pode acontecer de seu (sua) parceiro (a) gozar na peça íntima, e se isso acontecer você pode se esbaldar com seu fetiche e cheirar a cueca ou calcinha gozada do (a) seu (sua) parceiro (a). Mas pode ocorrer também, se você entrar em acordo com seu (sua) parceiro (a), de pedir que ele (a) goze, ao final do sexo, na cueca ou calcinha dele (dela) ou na sua. Tudo é possível quando se fala de prazer e fetiche.
Há quem diga que esse fetiche é exclusivo de gays, mas posso dizer que não. Tantos homens como mulheres podem possuir esse costume. Você, homem ou mulher, pode ter esse costume e não se sentir inferior a ninguém. Além disso, pode comprar peças íntimas, como cuecas e calcinhas jockstraps, com aberturas, tecidos transparentes e de neons e brilhosas, com partes à mostras, de zíperes ou cardaços e presentear a si mesmo ou a seu (sua) parceiro (a). Fique à vontade para escolher a peça íntima de sua escolha e fazer loucuras com elas!


Espero que vocês tenham entendido esse fetiche e peço que respeitem quem o tenha.

15 de março de 2019

VISITANDO O MEU TIO NA CADEIA

Olá, me chamo Arthur Claro, sou o autor deste conto fictício com pitadas de realidade, convido você (leitor(a)) a ler este simples fato que criei, se acomode aonde te deixe confortável, recomendo se haver masturbação deixe para o final do conto.


Eu me chamo Julia, tenho 19 anos, moro com a minha mãe e meu tio que resolveu morar conosco. Hoje vou contar o dia que fiz uma visita íntima na cadeia para o meu tio. Infelizmente os meus esforços de persuadir o Ezequiel foram em vão, ele cobrou a grana que o meu tio devia e ainda o denunciou por abuso sexual, ele chegou até mostrar para as autoridades o vídeo que eu tinha filmado, o meu tio não sabia que eu que tinha filmado ele escondido, eu estava me sentindo culpada, então desde o primeiro dia de visitas, fiz uma promessa para o meu tio de ir visitá-lo sempre, isso o fez ficar um pouco mais tranquilo até conseguir a liberdade após os 4 anos de cadeia que ele foi sentenciado, eu estava ficando mais aliviada da culpa. Os dias foram passando até que chega o segundo dia de visita que eu poderia ver o meu tio, a minha mãe não tinha coragem de ir visitá-lo, eu então mantive a minha promessa e fui vestida com uma calça que valorizava a minha bunda, uma blusinha justa que realçava os meus seios. Ao chegar na cadeia, fui 'comida' pelos olhos de todos os homens que ali estavam, até o meu tio me elogiou, conversamos, até que em determinado momento meu tio disse que estava com saudades de transar comigo, isto me deixou excitada, pois eu achava que ele tinha me esquecido, então prometi a ele que faria de tudo para descobrir um jeito de saciarmos esta vontade mútua. O tempo passou, foi até que um dia um carcereiro liberou pra que eu e o meu tio tivéssemos uma visita íntima mesmo não tendo nenhum requisito previsto por lei, eu e o meu tio fomos para uma salinha que era reservada, abaixei a minha calça e o meu tio já tava com o pau bem duro, ele me encostou na parede e começou a me fuder com vontade, olho para os olhos dele e vejo a satisfação dele fudendo a minha xana, tanto que nem lembramos de usar camisinha, isto foi arriscado porém gostoso para nós dois. Um mês depois disso eu revelei para o meu tio que eu estava grávida dele.

Quero agradecer a leitura, espero que este conto te proporcionou tesão e que te deixou com vontade de retornar a ler mais contos escritos por eu. A imagem que ilustra este conto, eu achei no Google e editei no PicsArt. Deixe o seu comentário para me dizer se o conto atingiu o objetivo.

13 de março de 2019

CURIOSIDADES

Não quero dizer que hoje as curiosidades são as melhores, pois quero saber de vocês quais são as melhores curiosidades de hoje.

Ninfofobia é o medo doentio de sexo;

Um estudo descobriu que os orgasmos podem potencializar a fertilidade feminina em até 15%;

O pênis cresce até mais ou menos 18 anos;

A abelha macho deixa a ponta de seu pênis dentro da fêmea depois de transar;

As lontras estupram filhotes de foca, o que normalmente resulta na morte da foca;

As mulheres começam a menstruar na puberdade, em média aos 12 anos, mas a idade pode variar dependendo de cada corpo;

As primeiras ejaculações de um homem começam na puberdade, por volta dos 12 anos;

Uma média de 150 a 300 milhões de espermatozoides por ejaculação;

11 de março de 2019

SIGAM O INSTAGRAM @smecpr

Hoje eu decidi fazer uma publicação de divulgação do Instagram desse blog que até o fechamento deste postagens possui 419 postagens, 854 seguidores e 1835 seguindo. Para quem não conhece o Instagram é o @smecpr e eu quando estou inspirado posto imagens sensuais estilizadas no App PiscArt que é o mesmo que uso para estilizar as imagens que ilustram os Contos Eróticos desse blog. Quem quiser uma imagem estilizada por mim é só entrar em contato aqui ou no Instagram. Beijos, abraços e muito AMOR para todos(as).


8 de março de 2019

EU GOSTO DE MULHER - ANA CAROLINA

Hoje é Dia Internacional da Mulher, para comemorar venho deixar a versão na voz da Ana Carolina da música do Ultraje a Rigor. Felicidades para todas as mulheres do mundo.

6 de março de 2019

CURIOSIDADES

Acabou o Carnaval e o blog Sem Máscaras e com Pouca Roupa continua com o compartilhamento de curiosidades, hoje como é quarta-feira trás mais uma seleção de curiosidades "fresquinhas" para vocês caros visitantes, prontos? Lá vai...

Até hoje os cientistas não sabem como os dinossauros acasalavam, devido às longas caudas, seus espinhos e o peso;

De acordo com estudo da USP, 6,3% dos homens brasileiros perdem a virgindade com uma prima e 1,2% das mulheres perdem com um primo;

Uma pesquisa da Eve Appeal revelou que quase 66% das mulheres entre 18 e 24 anos têm vergonha de falar as palavras vagina para profissionais da área médica e esse pode ser um dos fatores pelos quais a maioria delas preferem buscar diagnóstico para seus problemas sexuais na internet (57%) a buscar ajuda médica presencial;

As víboras tomam sol antes do sexo, para aquecer os genitais (pois as cobras possuem dois pênis) e assim ajudar a produzir espermatozoides;

Fêmeas de insetos da espécie Neotrogla têm pênis e podem ter sexo por até 70 horas;

No livro de 1892 de Lyman B. Sperry, "Confidential Talks With Young Ladies", ele aponta que as garotas que se masturbavam teriam seios pequenos e bebês deformados;

4 de março de 2019

CARNAVAL 2019


Para dar movimento neste blog nestes dias de carnaval, venho deixar este gif juntamente com uma música que pra mim combina com ele e com o Carnaval. Homens não sejam idiotas se a mulher dizer "NÃO" saibam que Não é Não. Respeitem elas agora no Carnaval e todos os outros dias de todos os anos. Pronto já dei o meu recado e agora fiquem com a música.


Um bom carnaval para todos(as). Quarta-feira terá uma nova seleção de curiosidades.

1 de março de 2019

DG3 MUSIC EXPERIENCE FEAT DIG - ME DÁ O SEU BURAQUINHO

Sei que tinha prometido concluir o conto que comecei, mas achei uma música muito interessante para fazer um esquenta para o Carnaval e que tem tudo haver com tema deste blog e com o Carnaval. Para ajudar a vocês vou deixar logo abaixo da música o link dos contos para vocês lerem na sequência e ai então assim na próxima sexta-feira eu concluo o conto.